Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Migrações Externas

por Mäyjo, em 30.10.08

 

Guião de trabalho
As migrações externas em Portugal
 
Para os alunos do 10º Ano:
Estas são as questões feitas na aula de 30/10/08.
______________________________________________
 
Após leitura atenta das páginas 82 a 93 do manual responde às questões que se seguem.
 
1-      Caracteriza a evolução da emigração portuguesa.
2-      Identifica os principais paises de destino dos emigrantes portugueses:
2.1- no inicio do século passado;
2.2- no final do século passado.
3-      Refere os motivos dos fluxos migratórios portugueses, fazendo a distinção entre os fluxos legais e os clandestinos.
 
4-      Compara a evolução da emigração legal e clandestina entre 1960 e 1976, referindo as causas para as diferenças encontradas.

 

5-      Classifica a diferença entre a emigração legal e clandestina no período entre 1969 e 1972.

5.1- Justifica a resposta anterior.
 
* - Menciona as consequências da ilegalidade para os emigrantes.
 
 
 
 
 
 
 
6-      Identifica as principais regiões de origem dos emigrantes portugueses, nesse período.
6.1- Que consequências trouxe a emigração, para o nosso país?
 
 
 
 
7-      A Emigração na actualidade diminuiu. Porquê?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:43

Estudo de caso - A estrutura etária em Portugal: que evolução?

por Mäyjo, em 30.10.08

 

Para os alunos do 10º Ano:
Este é um texto que pode vir a ser útil para estudar para o teste.
 
Estudo de caso
A estrutura etária em Portugal: que evolução?
 
 
            Portugal foi, até à década de 60, um dos poucos países da Europa que possuía uma população predominantemente jovem. Para este facto, contribuíam:
  • As características rurais da sociedade portuguesa.
  • A difusão limitada de meios contraceptivos.
  • A inexistência de escolaridade obrigatória.
  • O facto de a mulher desempenhar quase exclusivamente o papel de mãe e dona de casa.
 
            Na década de 60, verifica-se alguma alteração em consequência de factores como a guerra colonial e a intensificação do fluxo migratório para a Europa. Estes aspectos, associados a um aumento da população urbana (fixação de populações nas cidades de Lisboa e do Porto) e aumento do número de mulheres a trabalhar, conduziram a alterações ao nível da base da pirâmide (diminuição nos estratos jovens) e ainda do meio desta (diminuição dos estratos etários, masculinos em especial, dos 25 aos 39 anos).
            Esta situação alterou-se com as transformações que ocorreram após o 25 de Abril de 1974, nomeadamente:
  • No sector agrícola, que consistiram no aumento da tendência para o abandono das regiões interiores – êxodo rural – e para a fixação no litoral, com especial destaque para as áreas das cidades de Lisboa e do Porto.
  • As alterações no modo de vida e da mentalidade das populações e a integração da mulher no mercado de trabalho.
            Estes factores, que contribuíram para a diminuição da natalidade e por essa via dos estratos etários mais baixos, foram atenuados com o regresso de populações vindas das ex-colónias, com grande peso nos estratos de menor idade.
            As transformações na sociedade portuguesa após a integração europeia fizeram acentuar esta tendência para o envelhecimento. Assim:
  • Acentuou-se a diminuição da natalidade.
  • Reduziu-se a mortalidade.
  • Aumentou a esperança média de vida, resultado das melhorias registadas no sector da saúde e na assistência social à terceira idade.
 
Na próxima década, poderão projectar-se dois cenários possíveis:
  • A manutenção da actual tendência ao nível da natalidade que implicaria a manutenção de pirâmides etárias com a base estreita e o topo largo.
  • O aumento da taxa de natalidade por via da implementação de medidas de incentivo à natalidade, facto que iria implicar o rejuvenescimento da população, com um novo aumentar da base da pirâmide.
 
Contrastes regionais
            A diminuição dos efectivos jovens da população encontra-se muito mais patente na Região Centro e sobretudo no Alentejo do que no Norte e regiões autónomas do Madeira e dos Açores.
            Ao nível dos estratos mais idosos, são também as regiões do Alentejo e Centro que vêem aumentar significativamente o peso dos seus efectivos no contexto da população.
            A região de Lisboa e Vale do Tejo e de certo modo o Algarve situam-se em posição intermédia em termos deste processo, sobretudo devido à fixação de alguns jovens vindos de outras regiões e que, de algum modo, atenuam o processo de envelhecimento da população.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:35

Correcção do teste do 10º Ano

por Mäyjo, em 25.10.08

 

Proposta de resolução do 2º teste de Geografia (recuperação) –10º Ano
Outubro 2008
 
GRUPO I

1-
 

 
GRUPO II
1- Referir os seguintes aspectos: Portugal continental ou peninsular como a maior parcela territorial, com cerca de 88 mil km2 (apenas 16% da Península Ibérica]; Portugal insular com os dois arquipélagos, Açores (2400 km2) e Madeira (800 km2), que corresponde a cerca de 3,4% da superfície nacional.
 
2- 2.1. A.
 2.2. Na parte continental, os limites sul e ocidental correspondem ao oceano Atlântico. Os limites norte e este correspondem à fronteira com Espanha (muitas vezes aproveitando-se a topografia com relevos mais acidentados e rios).
         Na parte insular, os limites são o oceano Atlântico.
 
GRUPO III

1-
3-
2-
4-

 
GRUPO IV
1- Referir os seguintes aspectos: na actualidade, Portugal, apesar de ser periférico, está próximo dos maiores centros de poder e decisão da Europa ocidental; no passado, a sua posição na confluência do Atlântico com o Mediterrâneo permitiu encetar a descoberta do Mundo e participar nos intercâmbios entre o Novo e o Velho Mundo.
2- 2.1. Espanha, França, Andorra, Argélia e Marrocos.
2.2. Por exemplo, Alemanha, Itália, Reino Unido, Irlanda. Países Baixos e Bélgica.
2.3. 1/100 000 000. ( 1/ 90 909 091)
2.4. 1636, (36) km. Cerca de 2000km.
2.5. Lugar A – 45ºN e 45º O; Lugar B – 45ºN e 45º E;
 
GRUPO V
1- 1957: nascimento da Comunidade Económica Europeia: Bélgica, Países Baixos, Luxemburgo, França, Alemanha e Itália.
 1973: entrada do Reino Unido, da Irlanda e da Dinamarca
 1981: entrada da Grécia – nasce a Europa dos Dez.
 1986: Europa dos Doze, com a entrada de Portugal e Espanha.
 1995: aderem à UE a Áustria, a Suécia e a Finlândia, formando-se a Europa dos Quinze.
 1999: criação da moeda única europeia, o euro.
 2004: entrada de mais 10 países: Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, República Checa, Eslováquia, Hungria, Eslovénia, Chipre e Malta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:46

Correcção dos testes do 9ºAno

por Mäyjo, em 25.10.08

Proposta de correcção do 1º teste de Geografia –9º Ano – Turma A e F
Outubro 2008

 
I
1 e 1.1- São falsas as frases:
a) O sector dos serviços pertence ao sector terciário.
c) Os valores mais elevados de população activa no sector dos serviços ocorrem nos países com elevado nível de vida.
 
2.1- Referir aspectos como:
  • Apoiam outras actividades
  • Permitem que a nossa vida seja mais fácil: com a evolução da sociedade há muitas actividades que não conseguimos fazer – p.e. limpezas creches…
  • Satisfazem muitas necessidades básicas: saúde, educação, transportes…
3- Aumentou
4- Referir serviços na área da cultura, do lazer, p.e. hotéis para cães, espaços para deixar os filhos quando se vai às compras…
 
6-     6.1- comércio         6.2- importações         6.3- exportações         6.4- comércio externo     
 6.5- comércio interno          6.6- balança comercial
7.1- Gráfico A
7.2- Porque as exportações são as vendas que Portugal faz ao estrangeiro, logo temos os compradores.
7.3- Espanha
7.4- Alemanha
7.5- São essencialmente países da Europa.
8.1- a) no interior de um país.
8.2- b) países diferentes.
8.3- a) das compras que efectua ao estrangeiro.
II
1- A — O turismo é um importante sector dos serviços, correspondendo às actividades que as pessoas realizam durante as viagens e o tempo de permanência em lugares diferentes daqueles em que vivem, por um período inferior a um ano, com fins de, por exemplo, negócios ou recreativos.
B — A actividade turística só recentemente ganhou destaque, sendo o sector económico com maior crescimento a nível mundial. O aumento do poder de compra da maioria da população dos países desenvolvidos, a par da evolução dos transportes, foi a grande responsável pelo avanço do sector.
C — Os principais destinos turísticos mundiais situam-se em países desenvolvidos, muito contribuindo para isso o turismo ligado aos negócios.
 
2- Referir:
·   Férias pagas
·   Diminuição do horário de trabalho
·   Publicidade
·   Evolução dos transportes
·   Aumento dos rendimentos …
3.1-    Doc.1: ambiental          Doc.2: cultural
3.2- TER, balnear termalismo, cinegético, de negócios e congressos.
4.1- Balnear/ recreativo, lazer
4.2- Referir aspectos como:
·   Condições naturais: relaxante, contacto com sol, mar e água
·   Divertimento com a família
·   Clima agradável
4.3- Referir aspectos como:
·   Aumento dos rendimentos
·   Criação de postos de trabalho, embora sazonal
·   Contacto com outras culturas
 

Proposta de correcção do 1º teste de Geografia –9º Ano – Turma E e G
Outubro 2008
 

 
I
1 e 1.1- São falsas as frases:
a) O sector dos serviços pertence ao sector terciário.
c) Os valores mais elevados de população activa no sector dos serviços ocorrem nos países com elevado nível de vida.
 
2.1- Bélgica e Nova Zelândia
2.2- A— Nos países desenvolvidos, como Bélgica, a maioria da população activa trabalha nos serviços, ou sector III.
C — Em países desenvolvidos, como a Nova Zelândia, os serviços são o maior gerador de riqueza no conjunto dos três sectores de actividade.
D—A percentagem de população que trabalha no sector III, em países em desenvolvimento como o Myanmar, é, em geral, baixa.
 
3.1- Serviço social: Educação
3.2- Saúde, justiça, assistência médica, segurança…
 
4.1- É a diferença entre o valor das exportações e das importações
4.2.1- Alemanha e Rússia
4.2.2- Reino Unido e Grécia
4.3- Porque no seu conjunto a UE tem muita importância nas trocas comerciais internacionais (e não só), é das regiões do globo com maior volume de trocas.
 
5- a) V          b) F          c) F          d) F          e) V
II
1- A — O turismo é um importante sector dos serviços, correspondendo às actividades que as pessoas realizam durante as viagens e o tempo de permanência em lugares diferentes daqueles em que vivem, por um período inferior a um ano, com fins de, por exemplo, negócios ou recreativos.
B — A actividade turística só recentemente ganhou destaque, sendo o sector económico com maior crescimento a nível mundial. O aumento do poder de compra da maioria da população dos países desenvolvidos, a par da evolução dos transportes, foi a grande responsável pelo avanço do sector.
C — Os principais destinos turísticos mundiais situam-se em países desenvolvidos, muito contribuindo para isso o turismo ligado aos negócios.
 
2.1- As pessoas ficam com mais tempo livre que podem utilizar para viajar e fazer turismo.
 
3.1-    Doc.1: ambiental          Doc.2: cultural
3.2- TER, balnear termalismo, cinegético, de negócios e congressos.
 
4.1- Balnear/ recreativo, lazer
4.2- Referir aspectos como:
·   Condições naturais: relaxante, contacto com sol, mar e água
·   Divertimento com a família
·   Clima agradável
4.3- Referir aspectos como:
·   Aumento dos rendimentos
·   Criação de postos de trabalho, embora sazonal
·   Contacto com outras culturas
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:43

Correcção do teste do 8º Ano

por Mäyjo, em 25.10.08

 

Proposta de correcção do 1º teste de Geografia –8º Ano
Outubro 2008
 
I
1-É a distância entre o nível médio do mar e o lugar, medido na vertical.
2- Altitude negativa refere-se a um lugar que se entra abaixo do nível médio do mar e profundidade refere-se a um lugar submerso.
3- Positiva – E, D     Nula – B     Negativa – C     Profundidade – A
4- A – 6     B – 2    C – 3    D – 4    E – 5    F – 1
5-                   
Continente
Principal cordilheira
Ponto mais elevado
Europa
Cáucaso
Elbrus
América
Andes
Aconcágua
África
Quilimanjaro
Quilimanjaro
Oceânia
Cordilheira divisória
Monte Wilhelm
Ásia
Himalaias
Evereste
 
6-                  6.1 – nascente / desagua     6.2 – Comprimento caudal regime bacia rede
7-                   
Fotografia
1
2
3
Curso de rio
Superior
Médio
Inferior
Tipo de vale
V fechado
V aberto
Em caleira
Fase da erosão
Desgaste
Transporte
Acumulação
 
II
1.1- costa alta ou arriba e costa baixa ou praia
1.2-
 
1.3- Abrasão
 
2-   a - 4       b - 4       c - 5       d - 4       e - 4       f - 5
 
3- A sequência correcta é: 4, 1, 3, 2.
 
4.1- Não
 
4.2- Resulta da acção erosiva da água do mar – abrasão.
 
III
 
1.1.1- Cheias/inundações e secas.
 
1.1.2- Cheias – chuvas intensas e/ou prolongadas
           Secas – longos períodos sem chover
1.1.3- Destruição de pastagens, incêndios, falta de água, diminuição da produção agrícola, destruição de pastagens
 
2- Todas as frases são verdadeiras

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:39

10º ano - Proposta de resolução do 1º teste

por Mäyjo, em 22.10.08

 

I
1- Portugal continental, Arquipélago dos açores e da Madeira
2- 91631 (92070) / norte / ocidental / sudoeste / oeste / Península Ibérica / da Madeira / dos Açores, Atlântico / oeste / noroeste / sudoeste / oeste
 
3.1-        a) Bragança
b) Lisboa
c) Bragança
d) Faro
3.2.1- Nomenclatura de unidades territoriais para fins estatísticos
3.2.2- Três
 
4.1- 9 / 3 / oriental / 2 / central / 5 / ocidental / 2
4.2- Zona temperada do Norte
 
5-

A-      lat: 100º N; long: 50º E
B-      lat: 10º N; long: 100º S
C-      lat: 0º N; long: 20º O
D-      lat: 20º N; long: 181º O
E-      lat: 23º E; long: 130º O
F-      lat: 50º S; long: 120º E

 
6.1-  A - lat: 30º N; long: 0º
        C - lat: 80º N; long: 45º O
6.3-Trópico de Câncer
 
7.1- d) paralelos
7.2 - a) meridianos
7.3 - b) os valores da latitude aumentam de sul para norte
7.4 - c) oeste-este
7.5 - a) Lat. 35° N ; Long. 20° O (W)
7.6 - d) oceano Atlântico
 
II
1.1.1- 1/60 000 000
1.1.2- 1/10 000 000
1.1.3- 1/10 000
 
1.2- a) a área representada é menor.   c) apresenta maior pormenor.   f) a realidade está menos reduzida.
 
1.3- 1/10 000; 1/10 000 000; 1/60 000 000
1.4- Numérica
1.5- Significa que 1 cm na realidade corresponde a 100 Km, ou seja que a realidade foi reduzida 10.000.000 vezes
 
2.1- gráfica / 2 cm / realidade / numérica / 1/100 000 000 / 100 milhões de / multiplicar / 1000 000 000
2.2-

 
País
Alemanha
Dinamarca
Suécia
Letónia
Polónia
Ucrânia
Capital
Berlim
Copenhaga
Estocolmo
Riga
Varsóvia
Kiev

 
 
2.3-

País
Pertence à UE
X
X
X
X
X
 
Data de adesão
1957
1973
1995
 
2004
2004
 

 
4-

País
Moeda
Euro
Coroa dinamarquesa
Coroa sueca
lat
Zloty
Hryvnia

 
5- O câmbio deixa de existir logo nas viagens não é preciso trocar de moeda; desvalorização das moedas deixa de existir; é mais fácil comparar preços, há uma maior estabilidade da moeda (moeda mais forte).
 
6- Ucrânia
6.1- Não pertence à UE.
7- Livre circulação de pessoas, bens e capitais.
8-      A – 1/ 5000          B – 1 /4000
 
9-   60000000cm = 600km
       1cm – 600km
         x   – 2311km                x = 3,85 cm
       R: As duas cidades ficam representadas a 3,85 cm de distância.
 
10-   20000cm = 200m
         1cm – 200m
         2cm – x                          x = 400m
        R: Estaríamos a uma distância de 400m da sereiazinha.
 
11-    10000cm = 100m
         1cm – 100m 
          
         0____100m
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Boas vindas

por Mäyjo, em 18.10.08

Olá!

Sejam bem vindos ao novo espaço da "minha patroa".

Ela manda dizer que ele vai ser usado para se manterem em contacto, mais frequentemente.

Por agora ainda está em construção, por isso ainda não tem muito boa apresentação (a rapidez na construção e a dedicação vai ser proporcinal ao que ela me pagar!!).

 

As primeiras informações são sobre os testes desta semana:

 

8º Ano - é preciso estudar o relevo, as bacias hidrográficas, o litoral e as catástrofes naturais.

 

9º Ano - é preciso estudar as actividades do sector terciário, o comércio e o turismo (bem que apetecia estar agora a fazê-lo, mas ela não me dá descanso).

 

10º Ano - portaram-se mal, por isso toca a estudar mais do mesmo que é para ver se aprendem (ela fala, fala mas no fim fica sempre com pena..., se fosse eu...).

 

Tentei ver os testes para vos dizer mais qualquer coisa, mas ela guardou-os a sete chaves.

 

No final da semana ela diz que me dá as propostas de resolução para eu aqui colocar.

 

Até breve

 

O vosso aliado

 

Give_a_pist (o assessor da senhora professora) 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09


Este blog disponibiliza informação com utilidade para quem se interessa por Geografia. Pode também ajudar alunos que por vezes andam por aí desesperados em vésperas de teste, e não só, sem saber o que fazer...

Mais sobre mim

foto do autor


Siga-nos no Facebook

Geografando no Facebook

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2008

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D